Conheça o Trigo-sarraceno
Características e benefícios
Os pseudocereais são sementes de plantas que podem ser utilizadas e processadas tal como os cereais. Apresentam características muito semelhantes aos cereais mais comuns e também são alimentos que devem ser integrados na alimentação diária por serem ricos em nutrientes. 

Um dos pseudocereais que lhe damos a conhecer é o Trigo-sarraceno, também conhecido por Trigo Mourisco, que pode ser consumido tanto em farinha como em grão e que se destaca por ser isento de Glúten, sendo por isso um ótimo alimento para a integração na dieta de indivíduos com hipersensibilidade a essa proteína, como é o caso dos celíacos.

Embora ainda um pouco desconhecido, o Trigo-sarraceno tem ganho popularidade no que diz respeito à alimentação saudável um pouco por todo o Mundo, devido às suas elevadas quantidades de Minerais, Vitaminas e propriedades Antioxidantes.

É considerado um superalimento, dados os seus inúmeros benefícios para a saúde, incluindo na ajuda à prevenção de doenças associadas ao Sistema Cardiovascular. 
Propriedades Nutricionais
Este pseudocereal pode ser consumido tanto em farinha como em grão, em pratos principais, ou até mesmo inserido no pequeno-almoço. Além de ser muito nutritivo, as substâncias ativas presentes no Trigo-sarraceno constituem uma boa proteção contra o aparecimento de problemas relacionados com o Sistema Muscoloesquelético, como a aterosclerose e em doenças associadas ao Sistema Cardiovascular, como os acidentes vasculares cerebrais, colesterol, obesidade e diabetes (pela sua resistência á insulina).

De acordo com o Departamento de Agricultura e Investigação dos Estados Unidos da Américo, é estimado que 100gr de Trigo-sarraceno em grão contenha os seguintes valores nutricionais para o organismo:
Informação Nutricional por 100gr
Entre as substâncias que compõem o Trigo-sarraceno, damos destaque a seis que ajudam a promover a sua saúde e o bom funcionamento do seu organismo. Para melhor compreender os benefícios do Trigo-sarraceno, fique a conhecer algumas propriedades presentes na sua composição:
 
Magnésio – Quando presente em quantidades suficientes na alimentação, este mineral essencial pode reduzir o risco de várias doenças crónicas, como a diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.
 
Fósforo – Este mineral desempenha um papel essencial no crescimento e manutenção dos tecidos do corpo.
 
Manganês – Encontrado em quantidades elevadas em grãos integrais, o manganês é essencial para um metabolismo saudável e para o desenvolvimento das defesas do organismo.
 
Ómega 3 e 6 – Ácidos Gordos essenciais que ajudam na prevenção dos níveis de colesterol e açúcar no sangue.
 
Ferro – A deficiência deste importante mineral no organismo leva à anemia, uma condição caracterizada por uma capacidade reduzida de oxigênio-transporte do sangue, pelo que é fulcral ao organismo. 
 
Fibra – A fibra atua ao nível do aparelho digestivo, facilitando a digestão e ajudando a regular o trânsito intestinal de forma natural.

Rutina e Quercetina – Propriedades antioxidantes que ajudam a fortalecer o Sistema Imunitário, prevenindo o aparecimento de vírus e toxinas no organismo. 
Como preparar?
Para consumir este alimento é necessário cozinhá-lo em água a ferver abundante. A sua ingestão em crú é desaconselhada, pois poderá resultar em problemas gastrointestinais. A cozedura deverá ser feita em água abundante, uma vez que o Trigo-sarraceno dispõe de um sabor bastante acentuado. No final, escorrer bem os grãos e passá-los por água quente.

DICA: Poderá guardar o Trigo-sarraceno depois de cozido durante uma semana no frigorifico num recipiente bem e utilizá-lo também para enriquecer sopas, saladas ou hamburguers.

O Trigo-sarraceno é um alimento fundamental para a alimentação diária, desde o pequeno-almoço às refeições principais. Sugerimos duas receitas, ideais para enriquecer as suas refeições. Para o seu pequeno-almoço, as Papas de Trigo-sarraceno, em substituição das Papas de Aveia. Já para o almoço ou jantar, porque não um Trigo-sarraceno salteado com cogumelos?

Ideal para doentes celíacos por não conter glúten, estas são duas opções totalmente seguras e saudáveis para preparar pratos deliciosos, em todos os momentos do seu dia. 
 



Artigo Desenvolvido pelo Gabinete de Aconselhamento Nutricional da Ignoramus
Pubicado a 27 de Setembro de 2016

Este artigo é da total responsabilidade da Ignoramus. A informação disponibilizada é imparcial e pretende estar de acordo com a evidência científica mais recente. A informação presente não substitui a consulta e/ou aconselhamento por um profissional de saúde.

 
Fontes:
Buckwheat 101: Nutrition Facts and Health Benefits [Internet]. Authority Nutrition [Acedido em 2016 Setembro].
https://authoritynutrition.com/foods/buckwheat/#Fiber 
Food Description Database [Internet]. United States Department of Agriculture - Agricultural Research Service [Acedido em 2016 Setembro]. https://ndb.nal.usda.gov/ndb/search/list?fgcd=Branded+Food+Products+Database&ds=Branded+Food+Products
8 Benefícios do trigo-sarraceno [Internet]. Sem Lactose. [Acedido em 2016 Setembro].
http://semlactose.com/index.php/2015/09/29/8-beneficios-do-trigo-sarraceno/
Doença Celíaca e dietas sem glúten [Internet]. DGS – Direção Geral de Saúde. [Acedido em 2016 Setembro].
http://www.dgs.pt/?cr=28875 / file:///C:/Users/PC21511252/Downloads/i006158.pdf
Massas Alimentícias, uma abordagem técnica e científica [Internet]. Associação Portuguesa de Nutricionistas. [Acedido em 2016 Setembro].
http://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/Ebook_Massas_Alimenticias.pdf

 
Fale Connosco
Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.